Após anunciar em novembro último, o encerramento das atividades na unidade do município de Tubarão, em Santa Catarina, o Grupo Duratex divulgou que vai ampliar a produção na capital sergipana, Aracaju. O governo do Estado teve um papel fundamental para a ampliação da empresa na capital. Com a medida, a empresa, que atualmente emprega mil trabalhadores na fábrica sergipana, disponibilizou nas últimas semanas em torno de 150 novas vagas de emprego. A expectativa é que o número aumente ainda mais até o fim de dezembro.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, José Augusto Carvalho acompanhou o governador Belivaldo Chagas essa semana em uma visita às instalações da Fábrica Hydra, pertencente ao Grupo Duratex e fabricante de duchas e torneiras elétricas. A unidade de produção está situada no Siqueira Campos, zona norte da capital.

O governador colocou a estrutura do governo do Estado à disposição da Fábrica, no intuito de colaborar com seu funcionamento e na injeção de mais investimentos.  Para isso, também esteve acompanhado do secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy; do comandante da Polícia Militar de Sergipe, coronel Marcony Cabral; do superintendente executivo da SSP, coronel Andrade e da delegada geral da Polícia Civil do Estado de Sergipe, Katarina Feitosa.

“Nossa intenção é reafirmar que estamos sempre de braços abertos para contribuir para aqueles que vêm empreender em Sergipe. E, assim, estreitar laços, gerar empregos. Isso é bom para Sergipe e eleva o nome do estado. Para nós, o bom é que estejamos todos satisfeitos. Se o problema é Segurança Pública, estão aqui os representantes, assim como a Sedetec e outros órgãos. O que queremos é que a empresa continue crescendo e ofertando mais trabalho”, frisou o governador, destacando que o crescimento da produção interfere na arrecadação estadual.

“Até o fim do ano, a Fábrica deve produzir mais de 4 milhões de peças. Isso é muito bom para o nosso estado porque, a partir do momento em que a produção aumenta, gerará mais impostos e incremento na arrecadação, assim como na geração de emprego e renda para a população”, afirmou Belivaldo, que na oportunidade discutiu com os representantes do grupo a possibilidade de ampliar o policiamento na região, como também a instalação de câmeras no entorno da fábrica, em parceria com o Ciosp, beneficiando as avenidas situadas na área.

Expansão

Já o gerente industrial da unidade Hydra Sergipe, Rogério Rodolfo de Souza, reforçou que a empresa vive um momento de grande investimento e que a atuação do governo de Sergipe foi decisiva para a ampliação. “A gente realmente quer ser referência. 2018 tem sido um ano decisivo e 2019 é o ano de crescimento da Hydra. A intenção é trazer todo investimento para Aracaju. É uma região que nos favorece e uma cidade onde já temos uma planta, o que concretiza a transferência de negócio, e consolida um negócio que cresce de maneira perene. E não falamos somente em crescer fábricas, a gente tem que crescer também a condição de trabalho para os nossos funcionários”, destacou.

Com informações da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom)